29/08/2013

Restaurante Aqueduto: camarãozinho com a bênção de São MiguelSC

Daniel Becher

O Balneário de São Miguel, na região metropolitana de Florianópolis, é um dos poucos que ainda oferece no continente condições para receber banhistas, em alguns pontos. Por essas e outras é que São Miguel torna-se um destino bastante comum entre os moradores da região que no fim de semana, mesmo no inverno, buscam alternativas à Ilha de Santa Catarina.

Além de ter um conjunto arquitetônico luso-açoriano belíssimo – incluindo uma igreja construída no século XVIII, onde a região de Biguaçu teve o seu início –, um aqueduto ainda em funcionamento e um museu etnográfico, São Miguel possui uma excelente via gastronômica baseada em frutos do mar, mais das vezes pescados ali mesmo, nas suas águas, na baía norte. E é no próprio aqueduto que fica o restaurante que trago para vocês neste post, o Restaurante Aqueduto. Ele está ali há cerca de 25 anos e sempre lota nos fins de semana. Aliás, já é a primeira dica do post: chegue cedo se não quiser esperar, a comida e a vista do lugar são incríveis demais.

O cardápio do Aqueduto é bem variado, embora seja maciçamente composto por frutos do mar. Servem preparos cozidos, assados, fritos, empanados, moquecas, sempre à base de peixe, camarão, ostras. Para quem vai em família e tem algum membro que não come peixe, sempre tem um preparo com carne ou frango pra não deixar ninguém sem comida. 

Um dos pratos que sempre peço quando vou no Aqueduto é o camarão à parmegiana. Ele serve bem duas pessoas – ou três pessoas cuja fome não seja igual à de um leão. Os camarões são bem selecionados, camarões grandes e saborosos. O prato chega bem quentinho garantindo o queijo derretido e o sabor do conjunto da obra. O molho não é muito ácido, parece ser feito ali mesmo no restaurante. 

Todos os pratos do Aqueduto, tirando os aperitivos, acompanham batata frita, pirão de caldo de peixe, arroz e salada. Como grande fã da salada de batatas com maionese, que aqui chamamos única e exclusivamente de maionese, sempre peço junto com o prato como acompanhamento. 

Outro prato, que também pode ser servido como petisco, é a lula à dorê. Crocante por fora, macia por dentro e muito bem temperada, é uma das lulas que mais gosto aqui em Floripa. Com uma pimentinha jalapeño, então, uma delícia. 

O atendimento do Restaurante Aqueduto é muito rápido e eficiente, nunca tive problemas com pedidos errados ou qualquer coisa que desmereça a credibilidade do lugar. O ambiente bem arejado e muito bonito, por ser próximo à praia, não deixa nada a desejar. 

E se eu ainda não dei motivos o suficiente para você entrar no carro agora e correr pro Aqueduto, esta cachoeira com certeza será persuasiva. Bora lá? 

A conta fechou em aproximadamente 170 reais, incluindo refrigerantes, águas e cervejas e serviu muito bem quatro pessoas famintas.

Restaurante Aqueduto
Rod. BR 101, KM 191 - Balneário de São Miguel.
Biguaçu/SC
Fone: (48) 3243-3998

Daniel Becher