09/01/2017 William & Sons: para quem ama e para quem está aprendendo a amar caféRS Rafaela Frare

Durante uma tarde chuvosa em Porto Alegre, lembrei de uma cafeteria diferente que eu estava há algum tempo querendo conhecer. É a William & Sons Coffee Company, que fica timidamente localizada na rua Pedro Ivo, quase na esquina com a Silva Jardim.  Esse é um daqueles lugares que dá para ir com qualquer pessoa, mas chamei meu namorado para me acompanhar, pois ele ama café. Eu já sou do grupo dos que está aprendendo a amar, sempre fui mais do chazinho, mas senti uma certa curiosidade em provar a bebida de lá.

O lugar é bem escondidinho e isso acaba dando um charme a mais para o local - quem vai de carro pode passar reto tranquilamente. Ao chegarmos, enquanto esperávamos alguém abrir a porta depois de tocar a campainha, fomos espiando o espaço. O ambiente é pouco iluminado e bem acolhedor.

Fomos muito bem recebidos por um atendente, que nos explicou um pouco como funciona tudo por lá. A William & Sons é uma pequena torrefação de café e cafeteria.  Na entrada, há sacos no chão com grãos já torrados, e, nas prateleiras, alguns pacotes com eles disponíveis para venda, todos prontos para serem usados. 

Antes de abrir ao público, o lugar funcionava apenas como torrefação de café. Há apenas seis meses que funciona como cafeteria. Por lá, eles recebem os grãos de fazendas brasileiras, realizam o processo de torra lá mesmo e distribuem para alguns restaurantes de Porto Alegre. A máquina de torrefação fica no ambiente principal. 

Nas prateleiras estão os sacos de grãos que ainda não foram torrados. Nem parece café, pois além de não possuírem quase nada de cor, também não dá para sentir aquele aroma típico. Achei tudo muito legal, pois nunca havia acompanhado este processo de perto. Pelo que entendi, a torra é realizada apenas pela manhã, então não conseguimos ver a máquina em ação.

Atrás do balcão do ambiente principal há um quadro com as opções de café que podem ser degustados por ali mesmo, ou em um segundo ambiente mais reservado, que foi o que escolhemos. 

Mais ao fundo está o lugar que decidimos nos sentar. É tipo uma salinha que também segue a linha de pouca iluminação, e o aconchego é bem notável devido a presença sofás. Me lembrei um pouco do seriado Friends. Já adianto que o sofá é bem confortável, mesmo, excelente para um descanso no meio ou depois de um daqueles dias agitados. 

Este mesmo ambiente possui algumas poltronas, que também parecem ser ótimas para descansar, e algumas mesinhas com cadeiras amarelas. Há algumas opções de livros e resvistas disponíveis para leitura. O lugar parece te chamar para ir e ficar quanto tempo quiser.

Nosso pedido do café foi feito com a ajuda do atendente, que foi sempre muito solícito conosco. Ele aconselhou que pedíssimos o café passado, por ser um pouco mais leve. No cardápio, encontramos apenas três opções de comidinhas: o brownie, o pão de queijo e o cinnamon roll. São todas feitas lá mesmo. Começamos pedindo um pão de queijo para acompanhar o café.

O café é bem leve mesmo. Segundo o atendente, ele era frutado, e, quanto mais passasse o tempo, mais se sentia aquele sabor docinho. É um café que dá para tomar devagar, pois não fica ruim quando esfria. Perfeito para mim, que sempre demoro para tomar tudo que é muito quente. Segundo ele, também dá para sentir notas de caju, algo que meu paladar ainda não foi capaz de alcançar, quem sabe em uma próxima.

Alguns dos sacos de grãos que tinham bem na entrada eram dessa torra do café que tomamos, o qual eles o chamam de salada de frutas, pois o aroma destes grãos é realmente bem doce e diferente do que estamos habituados. Tivemos o prazer de sentir este cheirinho na saída, quando ele abriu um daqueles pacotinhos prontos para que pudéssemos sentí-lo. 

O pão de queijo chegou bem quentinho. Já na primeira mordida deu para ver que é daqueles bem queijosos. É feito com queijo parmesão e minas, os quais eles não economizam em nada para o recheio. Não lembro de ter comido um pãozinho de queijo tão bom em Porto Alegre. Denominei sozinha de ''o melhor pão de queijo da cidade''.

Merece um close

Fiquei com vontade de pedir bis, mas eu estava bem tentada a provar o cinnamon roll também. Outro que chegou bem quentinho na mesa e não ficou nada para trás do queijoso.  O cinnamon é tipo um bolinho de canela, mas bem mais macio, e este deles é também muito molhadinho. Preciso admitir que pela cidade eu não tinha provado um cinnamon roll tão delicioso. De comer de joelhos!

Também merece um close. 

Chegando ao fim nosso descanso, hora de acertar o cafezinho. A conta ficou em média de R$ 50 para o casal. Lembrando que os dois pediram o café mais caro do local, que era R$ 14 (cada coffebite é R$ 8,50). Vale lembrar que a William abre de terça a sábado das 13h às 19h30. Domingo e segunda o local está fechado. Depois que eu fui lá, acabei descobrindo que eles participam de projetos de apoio educacional, que parece ser bem legal.  Com certeza voltarei, pois além de ter adorado o lugar, gostei muito do café e das comidinhas, fora o ótimo atendimento. 

William & Sons Coffee Company
Rua Pedro Ivo, 492 - Mont Serrat
Porto Alegre/RS
Aceita cartões Visa, Mastercard, American Express, Dinners Club, Hipercard e Aura.
www.facebook.com/williamsonscoffee

RS Rafaela Frare
Comentários Críticas, sugestões, elogios e debates são muito bem vindos. Comentários agressivos serão excluídos.