13/06/2018

Vive Le Café: uma experiência gastronômica à la française | Porto AlegreRS

Destemperados

Carregando a galeria...
Saint Honoré, um presente dos santos
Saint Honoré, um presente dos santos
Saint Honoré, um prato abençoado
Saint Honoré, um prato abençoado
Mesas com cadeiras com pelegos... um charme que só para esquentar
Mesas com cadeiras com pelegos... um charme que só para esquentar
Bienvenues!
Bienvenues!
Que não ama Nutella?
Que não ama Nutella?
Passo 1 do café clever: pesar a quantidade de café
Passo 1 do café clever: pesar a quantidade de café
Passo 2 do café clever: colocar água para fazer a infusão
Passo 2 do café clever: colocar água para fazer a infusão
O resultado final: um café suave em boca
O resultado final: um café suave em boca
Para acompanhar, uma clássica Antonieta
Para acompanhar, uma clássica Antonieta
Uma ótima combinação
Uma ótima combinação
Cada cantinho é um charme
Cada cantinho é um charme
Mini Torre Eiffel para decorar as mesas
Mini Torre Eiffel para decorar as mesas
Relógios em estilo vintage fazem parte da decoração
Relógios em estilo vintage fazem parte da decoração
Quadros com esquetes de Paris? Também mos!
Quadros com esquetes de Paris? Também mos!
Mesa para compartilhar, uma tradição europeia
Mesa para compartilhar, uma tradição europeia
O ambiente é lindíssimo
O ambiente é lindíssimo
Cadeados estão disponíveis para compra no balcão
Cadeados estão disponíveis para compra no balcão
Espaço inspirado na ponte dos cadeados, a Pont des Arts
Espaço inspirado na ponte dos cadeados, a Pont des Arts
O lustre é um dos destaques do espaço
O lustre é um dos destaques do espaço
Há também uma lojinha com vendas de produtos
Há também uma lojinha com vendas de produtos
Para acessar o Vive, é preciso subir uma escada
Para acessar o Vive, é preciso subir uma escada

POR QUE IR?
- Não é todo dia que temos tempo, ou dinheiro, para dar uma voltinha pelas ruas de Paris e provar sua excepcional gastronomia. Quem não tem essa possibilidade mas quer viver um pouquinho do clima da Cidade das Luzes, o Vive Le Café é, sem dúvidas, uma escolha irrefutável para ter uma experiência tipicamente francesa por um preço muito mais acessível: tudo por lá remete à capital francesa.

- O local é um pequeno oásis para quem ama café. O cardápio é composto por ampla variedade da bebida, dos mais simples aos mais elaborados, incluindo aqueles preparados por métodos poucos conhecidos, gelados e até mesmo drinks.

- Há opções de comida para diferentes tipos de fome. São oito variedades de sanduíche, todas preparadas com receitas inspiradas na Cidade Luz e os ingredientes sua gastronomia, além de três saladas e dois cremes. Na patisserie, 12 tipos de iguarias tipicamente francesas.

CLIMA DO LUGAR
- O Vive fica em um terraço, portanto é preciso subir uma escadinha, ou pegar o elevador, para acessá-lo. Quando se chega ao local, podemos perceber seus encantos: na área externa, com vista parcial para Praça Dr. Mauricio Cardoso, há algumas mesas e cadeiras, as quais recebem, nos dias mais frios, um pelego pra aquecer quem nelas sentam.

- Do lado de dentro, o clima é ainda mais aconchegante. As mesas redondas e quadradas fazem um bonito jogo de composição junto às cadeiras de diferentes estilos, das mais modernas às clássicas. Um dos espaços mais legais é a mesa de nove lugares em frente à parede de vidro, que pode ser usada tanto por um único grande grupo ou compartilhada por diferentes clientes. Sobre ela está um grande lustre que chama a atenção. Magnifique!

- Cada cantinho é muito bem planejado e a riqueza dos detalhes impressiona. Nas paredes de tijolo, quadros com esquetes de pontos turísticos da Ville Lumière e uma coleção de espelhos vintage são os elementos principais da adornamento. Também há um espaço que em homenagem à Pont des Arts, aquelas dos cadeados: uma versão em arado para todos os apaixonados eternizarem seu amor. Nas mesas, a decoração fica por conta de porta-flores no formato da Torre Eiffel. São detalhes que tornam a experiência única. No balcão para pagamento, há um expositor que exibe as atrações gastronômicas da casa.

- É um lugar elegante na medida certa, que propõe uma experiência sofisticada, mas sem excessos de requintes ou formalidades que podem deixar em algumas pessoas uma sensação de não-pertencimento ao local.

PROVAMOS E RECOMENDAMOS
- Começamos com um sanduíche de croissant com presunto cozido e queijo mussarela (R$ 21,50). Tudo perfeito, mas destaque para a massa, macia por dentro e crocante por fora, como manda a regra desse clássico.

- Pulamos então para a seção da pâtisserie do menu. O primeiro escolhido de lá foi a torta Saint Honoré (R$ 10), feita de profiteroles com massa choux recheados e um leve toque de chantilly. Não vou mentir, foi o meu pedido preferido. O recheio de creme pâtissière feito na própria casa é maravilhoso, de uma suavidade e textura incríveis. Esse doce foi criado em 1846 pelo chef francês Chiboust em homenagem a Santo Honório, o padroeiro dos padeiros e doceiros da França. Como retribuição, Ele certamente abençoou esse iguaria! Para acompanhar, chocolate quente de Nutella (R$ 15), uma prazerosa bomba calórica.

- Também optamos pela clássica Antonieta (R$ 10), uma deliciosa tartelette de massa sablée de chocolate com uma geleia de frutas vermelhas e ganache de chocolate. Uma combinação deliciosa e que ressalta os sabores de todos os ingredientes.

- Para finalizar, pedimos um café clever (R$ 13,50), feito com um dripper que permite controlar a duração do contato do líquido com o café. O equipamento possui em sua extremidade uma válvula de fluxo que só permite a passagem da bebida quando encaixada na xícara. Antes dos ingredientes serem adicionados no filtro dele, eles são medidos numa balança de precisão nas proporção de 220ml de água para 18g de pó. O resultado é uma bebida mais suave e com um tom caramelado.

SÓ TEM LÁ
- A sensação de estar numa cafeteira ao longo da Avenue des Champs-Élysées, mas com o inigualável carisma dos brasileiros. Os atendentes são supersolícitos e acessíveis. Ágeis e simpáticos, estão preparados para responder às dúvidas sobre os pratos e os diferentes tipos de café oferecidos. Não hesite em pedir sugestões.

- As cadeiras com pelegos e com vista para uma área arborizada. Sério, é um charme que só sentar no terraço e observar as pessoas caminhando pela praça e pela rua.

IDEAL PARA
- Fazer várias coisas, desde reuniões de trabalho ou com os amigos até uma saída a dois no final da tarde.

Vive Le Café
Endereço: Praça Dr. Mauricio Cardoso, 23, no bairro Moinhos de Vento
Telefone: (51) 3516-0628
Facebook: /vivelecafe
Horário de Funcionamento: segunda, das 12h às 19h30min; de terça à sexta, das 12h às 20h30min; sábado, das 14h às 20h
Forma de pagamento: aceita Visa e Master