07/01/2016 Da Roberta: comida de rua em forma de barRJ Roberta Freitas

Suddog, Sudbeer e muitas Suddelícias acabaram de aportar no Leblon! Em uma esquina antigamente feia e esquecida no meio de vários mecânicos e borracharias, Roberta Sudbrack estacionou seu food truck dentro de uma loja e criou o Da Roberta, um novo bar de comida de rua. E aí você pode se perguntar: mas, afinal, é bar ou é food truck?

E a resposta é que é um pouco de cada. É um bar com alma de food truck. Não há mesas e cadeiras como num bar, há apenas poucas e pequenas mesas de apoio e banquetas de cimento espalhadas pela garagem e calçada. Muitas pessoas ficam em pé mesmo. Não espere comer em prato, nem com talheres, a ideia é se lambuzar como na comida de rua.

A decoração deixou o lugar super moderno, mas não deu fim ao clima de garagem: grafites em preto e branco, paredes rústicas, lâmpadas pendendo do teto.

Já tinha ouvido falar muito do Suddog, então não queria deixar de provar. Mas também ouvi falar da nova empreitada da Roberta, o sanduíche de pastrami, estrela das delicatessens de NY e pouco encontrado aqui pelo Rio. Pedimos os dois! Para acompanhar, uma Jeffrey Niña, cerveja artesanal carioca feita pela cervejaria vizinha e parceira nessa empreitada. Queríamos experimentar a Jeffrey Red também, mas tinha acabado.

O esquema lá é o seguinte: você faz seu pedido no caixa, entrega sua notinha no truck e espera chamarem seu nome pra ir buscar seu lanche!

O Suddog que pedimos foi na verdade o SudChilliDog, que vinha com queijo pernambucano derretido, salsicha Frankfurt e chilli de pernil na cerveja. Que combinação, que explosão de sabores!

Pedimos meio sanduíche de pastrami, pois como o próprio cardápio diz, o sanduíche é imenso e mesmo a meia porção, é grande! Ele vem num pão surdough artesanal e é feito com pastrami brasileiro. Vem com mostarda à moda antiga (aquela com grãos). Olha esse pão!

Pedimos sem queijo, mas acabou vindo com queijo. Mas tudo bem, nada tira o sabor delicioso desse pastrami!

Não resistimos às Sudbatatas fritas! Elas vêm com aioli de urucum por cima, crocantes por fora, macias por dentro, coisa dos deuses. Ah, é pra comer com a mão mesmo, viu?

A barriga já estava cheia, mas o cardápio não parava de nos mostrar o bolo molhado de chocolate, A LENDA. Como resistir?Voltamos ao caixa para garantir o nosso! Vem no copinho, para ficar bem fácil de comer. É um bolo de chocolate molinho, com muita, muita calda de chocolate, sem ser enjoativo demais. Fechamos com chave de ouro!

Aproveitamos para provar a Sudbeer, um chopp feito em parceria com a Jeffrey especialmente para o Da Roberta. MARAVILHOSO! Feito com cajá, tomilho e gengibre é super refrescante, ótimo pro verão.

E quem é que chega no food truck nesse momento? A grande estrela, a SudRoberta! Palmas para chef, o novo bar de comida de rua já é sucesso. Que comidas, que sabores, que suddelícia!

O lanche para duas pessoas com direito a cerveja e bolo molhado ficou em R$107. Em se tratando de Roberta Sudbrack, ingredientes de primeira qualidade e duas panças cheias e muito felizes, valeu muito a pena. Voltarei muitas vezes, afinal preciso provar ainda os pitas, as linguiças...

 

Da Roberta: Bar de Comida de Rua                                                     
Rua Tubira 8/loja A – Leblon 
Rio de Janeiro/ RJ
Fone: (21) 2239-1103
Aceita cartões de débito e dinheiro

Facebook.com/garagemdaroberta

RJ Roberta Freitas
  • Halina Silva 12/05/2016 15:01:59

    Fui com minha família no Garagem da Roberta no dia 30/04. Antes que pudesse sequer pensar no que ia comer, meu filho foi descer de um dos bancos de paralelepípedo (um desses pesadões e mal projetados que aparece nas fotos). O banco tombou e acertou em cheio os dedos do meu pé (em uma rasteirinha). A dor foi insuportável! Na hora o dedão começou a sangrar muito, bem na base da unha. Os outros dedos latejavam e me davam a impressão de que tinham sido completamente esmagados. O gerente me trouxe gelo e antisséptico. Foi atencioso na medida do possível, mas logo saiu e sumiu do salão. Saí do restaurante chorando, com o pé inchado e ensanguentado, pulando num pé só. Revoltada com o acidente ao qual fui submetida e sem nem saber onde procurar ajuda, já que estava na cidade como turista. O acidente estragou minha viagem para o Rio. Na volta da viagem, ainda me fez passar dias sem encostar o pé no chão e estou há quase duas semanas sem conseguir calçar sapatos fechados. Sou praticante de corrida e por conta do estrago não pude mais treinar. Sem falar na parte estética, na minha unha podre que está prestes a cair sem eu saber se e quando voltará a crescer normalmente. Mandei email para todos os contatos do restaurante e da Roberta Sudbrack no site pedindo para tomarem providências em relação aos bancos, mas ninguém sequer me respondeu. Por isso, se forem visitar o restaurante, tenham MUITO cuidado com os bancos!!! Fico com pena só de pensar em outro cliente que chega animado para comer no restaurante de uma chef reconhecida e sai mancando, chorando, com todas as atividades que gostaria de fazer nas próximas semanas comprometidas. Me preocupa ainda mais quando penso que o banco poderia ter caído no pé de um dos meus filhos, ou de outra criança, causando um estrago com certeza muito maior e possivelmente irremediável.

  • Bia 08/04/2016 22:46:04

    Corroboro com alguns comentários já postados. Preço desproporcional para o produto e serviço ofertado. Quanto aos dogs... Sinceramente esperava muito mais.. Não traz nada de surpreendente ao inusitado que nos surprenda, no bem sentido, em sabores. Muito mais no que tange a expectativa de quando se tem o nome sudbrack atrelado. Experimentei 6 itens do cardápio, incluindo o bolo. O que posso dizer é que nenhum deles me empolgou a come-lo todo e muito menos a retornar.

  • alfabetizado 30/03/2016 18:27:43

    QUE SUDTEXTO é esse? morri !

  • "foodhunter" 30/03/2016 18:25:05

    OMEPRAZOL acompanha ?

  • Juliana Goulart 19/02/2016 19:18:46

    Que delícia esse post!!! Já experimentei o Suddog e o bolo molhado - sem explicação de tão bons! Agora estou sonhando com esse sanduíche de pastrami! Muito legal a iniciativa da chef de servir seus quitutes num local sem frescura, a cara do Rio! :)

  • Luiz 14/02/2016 22:44:01

    Ocupação irregular da calçada pública. Onde os pedestres deveriam passar, o restaurante fez de anexo. Desrespeito ao passeio público.

  • Rafaela 12/01/2016 15:14:07

    Tá no topo da minha lista para ir no Rio! Estou sonhando com o bolo molhado ;)

  • Mari Kharan 08/01/2016 09:43:26

    Brilhante comentário, mas infelizmente é a lei da oferta e da procura: enquanto tiver gente pagando, os preços salgados continuarão. E, acredite, o público brasileiro ainda não aprendeu a valorizar o seu suado dinheirinho.

  • Guilherme 07/01/2016 19:38:47

    A Roberta é um espetáculo sempre. Já fui 3 vezes ao restaurante dela e adoro tudo lá (contudo ainda não conheci esse "Da Roberta"). Só não consigo entender como um "fast food" sem nem lugar para sentar pode ter preços tão exorbitantes. Acho que não compensa, porque no fundo você está pagando mais pela "marca" Sudbrack do que pelos produtos utilizados. Sanduíche de pastrami (pequeno) custando R$ 29, cerveja 300 ml custando R$ 12? Sei lá, não vejo isso acontecendo nos food trucks da Europa. Resumindo a minha crítica, sem querer ser chato: food truck e fast food tem de ter preço de food truck e fast food, não de restaurante. Tirando isso, ponto para a Roberta.