15/12/2017

Caminhos do Vinho Brasileiro - Episódio Cinco: Campanha GaúchaRS

Destemperados

Carregando a galeria...


Na Campanha Gaúcha, os caminhos do vinho brasileiro passam pelas paisagens planas do pampa e pelo ritmo tranquilo da fronteira com o Uruguai. A cozinha faz jus à imagem clássica do gaúcho, serve carnes de gado de excelente qualidade e cordeiro, que também aparece como protagonista em pratos fora da churrasqueira e da parrilla. Para acompanhar, vinhos e espumantes produzidos em um terroir de clima seco e grande amplitude térmica.

CUMBUCA
Ao lado do Hotel Alexandre, no Centro de Dom Pedrito (em frente à caixa d'água), um buffet para um almoço superagradável. Trabalha com vinhos da região da Campanha, tanto na carta quanto na Enomatic, a máquina que serve vinhos em taça. Para mudar de ambiente na hora do cafezinho e da sobremesa, o Cumbuca Café fica ao lado do restaurante. Abre às 10h e às 17h dá início ao happy hour.
Guatambu - Estância do VinhoGUATAMBU - ESTÂNCIA DO VINHO
A Guatambu não é Estância do Vinho à toa. A arquitetura da vinícola é inspirada nas estâncias espanholas e lá o clima tranquilo acompanha esse ritmo. A Guatambu acredita que os vinhos por lá nascem prontos, e o seu maior foco é nos vinhos jovens (com exceção das linhas Épico e Lendas do Pampa). Eles também produzem soja, arroz, milho, gado e ovelha, e todos estão no cardápio do almoço de terroir que acontece mensalmente na vinícola. Os destaques ficam com o espumante Guatambu Blanc de Blanc e os tintos Lendas do Pampa Tempranillo e Tannat.

POUSADA DO SOBRADO
A pousada fica em um casarão incrível de 1820. O atendimento é superatencioso, o lugar é cercado de verde e o barulho mais alto que se ouve é dos patos e gansos que moram no jardim. Lindo, perfeito para levar os pequenos para brincar na grama, na piscina, andar de pedalinho e descansar em meio à natureza.

PARRILLA LOS PAMPAS
Cortes tradicionais da parrilla e cortes com acompanhamentos - como o entrecot Don Ricardo, com molho especial de queijo, bacon, tomate e batatas.  Ao lado do restaurante, uma boutique de carnes da parrilla, com cortes congelados, doce de leite, vinhos e outros produtos da região...
Provamos e aprovamos:
-a linguiça mista;
-a molleja;
-o entrecot, a picanha e o assado de tira;
-a salada mista com salada de batatas.
Vinícola Batalha
VINÍCOLA BATALHA

O nome vem da Batalha do Seival, o ensejo da Proclamação da República Rio-Grandense. A fazenda do Seival inclui também uma área onde há oliveiras plantadas, em frente à vinícola. Por serem amigos além de vizinhos, os azeites Oliveiras do Seival também são vendidos na vinícola. Eles atendem visitantes em horário comercial e, com agendamento, possuem opção de churrasco harmonizado no almoço e no jantar.
Destaque para o espumante Batalha Nature e para o tinto Batalha Tannat.
Vinícola Peruzzo
VINÍCOLA PERUZZO
Nascida de um projeto de faculdade de agronomia em 2002, a Peruzzo teve sua primeira safra em 2007 e em 2008 construíram a vinícola. Na Peruzzo eles acreditam em vinhos com tempo de descanso nos tanques e uma breve passagem por madeira. Os espumantes seguem essa ideia e têm 36 meses de autólise - mas eles já estão traçando um novo caminho, visando produzir vinhos mais jovens. Fãs do enoturismo, a vinícola promove passeios e cavalgadas pelas propriedades, incluindo a Fazenda Santa Tecla, padroeira do Forte que localizava-se em Bagé.

SAN VALENTINO
O bistrô italiano é comandado pelos irmãos Cecília e Inácio - ela na cozinha e ele no salão. O clima do lugar é muito legal e despojado. O casarão antigo, reformado e lindo, é um destino certeiro pra quem quiser dar um tempo dos assados na parrilla. A cozinha italiana do bistrô mantem o padrão de excelência da comida em Bagé. A carne costuma desviar o foco quando estamos perto da fronteira, mas vale lembrar que as massas por lá também merecem atenção especial, e as do San Valentino são incríveis, feitas pela Cecília mesmo.
Provamos e aprovamos: 
-o couvert com foccaccia, queijo cremoso com ervas e caponata - no tamanho certo pra não queimar a largada
-o arancini, recheado com mozzarella de búfala sob molhinho de tomates
-as bruschettas de tomate, mozzarella e pesto
-a lasanha bolonhesa
-os sorrentinos de queijo com molho bolonhesa
-o bacalhau com legumes e molho de espinafre
-o risoto de paleta de cordeiro
-o nhoque com ragu de carne
-o clássico creme de papaia com cassis
-o ravióli de chocolate com recheio de brigadeiro
-a panacota tradicional com frutas vermelhas.

***
Com a parceria do projeto Vinhos do Brasil, do Instituto Brasileiro do Vinho (IBRAVIN), gravamos uma série com 5 episódios, percorrendo e apresentando destinos certeiros que estão despertando a atenção de quem quer conhecer um pouco mais sobre os vinhos do Brasil. Na websérie Caminhos do Vinho Brasileiro, vamos te mostrar algumas rotas vinícolas pelo Rio Grande do Sul com paisagens lindas, comida boa e vinhos e espumantes incríveis produzidos por aqui.

*Produzido por Destemperados para Vinhos do Brasil.