26/06/2010

Bolo da Infância. Qual é o seu?

Alexandra Aranovich
Todo mundo tem o seu bolo da infância. Aquele que a vó, mãe ou tia fazia com todo o carinho. O meu bolinho era feito pela Sandra que cuidava de mim e hoje, para minha sorte, cuida dos meus filhos também. Na minha casa não tem receita de bolo mais gostosa que esta. As crianças acordam e, ainda de pijama, começam o preparo e a sujeira na cozinha com o auxílio de um adulto por perto. Quer experimentar? Anota aí.
 
1 litro de leite
½ lata pequena de Nescau (em torno de 100g)
1 colher de sopa (rasa) de manteiga ou margarina
1 colher de sopa de açúcar
Coloque tudo numa panela funda e deixe ferver por bastante tempo, mexendo de vez em quando até reduzir. A consistência final é quase de um brigadeiro.
 
Atenção: vai saltar chocolate pra fora da panela quando ferver, cuidado para não se queimar e mantenha as crianças bem longe do fogão. Após o preparo, deixe esfriar.
 
2 xícaras e ½ de farinha de trigo
3 ovos
3 colheres de sopa bem cheias de manteiga ou margarina
1/2 colheres de sopa de fermento
2 xícaras de açúcar
½ xícara de leite
5 colheres de sopa de Nescau
Misture a farinha e o fermento numa tigela. Em outra, separe as gemas e as claras. Bata as claras.  Na tigela das gemas, acrescente a margarina e o açúcar.
Bata na batedeira e coloque a farinha e o leite. Misture com as claras batidas. Hora de sujar mais uma tigela e separar a massa em duas partes. Uma com as 5 colheres de Nescau e a outra sem nada.
Unte a forma. Ponha um pouco da massa branca e depois a massa com chocolate. Repita isso mais uma vez. No total são quatro camadas: duas brancas e duas com chocolate.
 
Pronto, já pode ir ao forno e as crianças podem raspar as panelas. A da cobertura é uma delícia. Demora em torno de 45 minutos para ficar pronto numa temperatura de 160/180 graus, mas é bom ficar observando. Ao retirar do forno, coloque a cobertura.
Agora a parte boa: chame as crianças e inicie o ataque.
Além dos finais de semana e férias, nosso bolo da infância também participa dos aniversários. Olha aí ele vestido para festa.
 
DICA: se bater a preguiça, experimente fazer só a cobertura e sirva para as crianças num potinho. Fica um negrinho mais saudável e muito gostoso.
Destemperadinhos Alexandra Aranovich